sábado, 23 de janeiro de 2016

DESKTOP ANALISA: Profetizando Vida - Canção e Louvor


Para abrir - ou retomar - nosso quadro de análises dos mais recentes álbuns já lançados, escolhemos o CD de uma dupla que faz sucesso em todo o Brasil por causa de suas letras inspiradas por Deus e por suas canções seguidas por uma viola muito bem tocada pela voz masculina da dupla. 

Os irmãos Cláudia e Cláudio – ou melhor, Canção e Louvor - lançaram em outubro deste ano um dos CDs mais esperados do ano, intitulado “Profetizando Vida”, com canções de mesmo estilo do sucesso “Sete Mergulhos”, disco que trouxe conhecimento da dupla por seus louvores pentecostais serem seguidos por arranjos de viola. 

Produzido pelo maestro Ronny Barboza, conhecido por produzir discos de Elaine de Jesus, Vanilda Bordieri e outros cantores conhecidos em todo país, o CD traz arranjos complexos e uma novidade que abrilhantou o trabalho, o backing vocal composto por Paloma Possi, Hedy Barboza e Paulo Zuckini. “Profetizando Vida” vem com 15 canções, todas compostas por Claudia (Canção) e Claudio (Louvor). 

Começo por uma das canções que mais merece destaque por sua introdução de aproximadamente 35 segundos feita de viola acompanhada por instrumentos de cordas e bateria: “O Grande Vale”. A canção traz a história do vale de ossos secos em um conversa de Ezequiel com Deus. A metáfora desta é sobre um vento soprando sobre nossas vidas, trazendo vida, renovo e bênçãos espirituais. O backing vocal estreia com sua participação nas partes mais marcantes do louvor. 

“Cumpridor de Promessas” fala das promessas de Deus e que quando promete, Ele cumpre, assim como foi com o povo de Israel nas mãos de Faraó. “Mas quem te prometeu foi Deus, quem te falou foi Deus, quem garantiu foi Deus, a palavra é de Deus.”, um louvor pra aumentar a fé de que Deus foi e sempre será fiel em suas promessas. 

Vem ai a canção que os maestros e regentes de grupos irão amar! “Rei e Santo” começa com o backing vocal cantando o forte refrão que na qual exalta ao nome do Senhor. Composta por Claudio Louvor, a canção tem como foco a adoração e exaltação ao nome sobre todo nome – Jesus. Com uma linda interpretação de ambos, “Rei e Santo” traz uma bela declamação para enriquecer mais a faixa.

Agora entra a história do profeta Jeremias falando como Deus não o abandonou em meio as tribulações contra os profetas de Baal. “Fala Jeremias” é mais uma faixa composta por um declamado interpretado por Claudio Louvor. “Se te jogarem no calabouço, fica tranquilo, pois de cima vem reforço!”.

“Barulho Diferente” tem um estilo um pouco diferente das outras canções. Com um toque sertanejo, a faixa retrata sobre a cura de Bartimeu quando Jesus lhe pergunta: “o que queres que eu te faça?”. O foco é sobre a presença de Jesus no ambiente e que Ele está trazendo milagres para quem crer. Logo no final da canção, um slap de baixo é tocado para deixar a canção mais criativa e cativante junto com os outros instrumentos.

“Escolhido Dele” é uma mistura de “Quem me vê Cantando” e “O Grande”. Começa com um ritmo calmo e logo após o refrão, é agitado pelos instrumentos. Fala sobre as muitas lutas que um escolhido passa e que toda a adoração desse escolhido é para Ele. Infelizmente, uma faixa que nos deu a desejar por seu arranjo um pouco bagunçado na troca de ritmos, porém sua letra merece destaque, pois a canção diz que todo louvor e glória são somente para o grande Deus.

Essa canção é uma oração que muitos de nós deveríamos fazer quando estamos em oculto com Deus. “Dependente” declara sobre nossa dependência de Jesus e quem sem Ele não podemos fazer nada. Uma canção de muito destaque por retratar o que muitos esquecem que é a dependência em tudo de Deus. “Sou dependente pra viver, pra comer, para ser, para ter, para ver, pra sentir, pra saber (...)”. A canção é um clamor dizendo que nem nós e nem a igreja pode viver sem Ele. Jamais poderemos retribuir o que Ele fez e faz por nós.

“Vem do Senhor” começa com um belíssimo instrumental seguido por viola e flauta doce. Retratada sobre o Salmo 121, imaginando o que Davi estava pensando ao compor este salmo. Dirige-se ao ouvinte dizendo que “o teu socorro vem do Senhor, tua vitória vem do Senhor, teu livramento vem do Senhor, a tua força vem do Senhor.” Outra canção que mostra dependência do Senhor.

“Mora em Mim” tem uma letra profunda seguida de um ritmo country que com certeza será louvada em muitas congregações. Na metade da canção, um hino da harpa cristã faz com que a canção seja mais viciante e bela. “Minha vida seja sim, consagrada a ti Senhor, possa sempre tu por mim, operar o teu amor”. Com um backing vocal forte e harmônico, a canção nos faz render toda a adoração ao Senhor dizendo que somos dele, que nosso coração é Dele, que nosso sustento é Dele, ou seja, tudo é Dele e Ele mora em nós.

“Dias Atuais” retrata – como diz o nome da canção – sobre os acontecimentos nos nossos dias atuais: pureza, família tradicional e “moderna”, festas, corrupção, doenças e muitos outros casos. Porém, há uma igreja remida e santa esperando ir para Sião! Oh glória (rs)! Aqui os instrumentos são acompanhados pela famosa viola e o backing é bem acentuado.


“Visitando um Amigo” é outra preferida por mim! Fala sobre a passagem onde Lázaro está doente, Marta e Maria mandam avisar Jesus, porém Ele não aparece para curá-lo. Depois de quatro dias, Ele vai ao túmulo e ressuscita ao seu grande a amado amigo. “Mas Jesus hoje te dá vida, vida, vida; hoje recebe vida, vida, vida; a presença da vida, vida, vida; hoje Jesus te ressuscita, ressuscita” é a melhor parte da canção. E pra turma do "reteté", esse é o louvor pra você sair no manto e deixar Deus te usar (eita!). Merece muitos replays, sem dúvida alguma!

 A décima segunda faixa (ufa, rs) fala sobre Daniel na cova dos leões e que além de Daniel havia do Deus dos crentes! “Deus é com a Igreja” retrata sobre as diversas lutas e leis que já tentaram aprovar para acabar com o povo de Deus, só que jamais conseguiram. Segue o ritmo pentecostal e nos faz sentir que mesmo em meio a muitas lutas, temos um Deus que é com a igreja e que não a deixará sozinha jamais.

"O Pródigo” é especial aos que se distanciaram da casa do Pai. Uma canção muito bem planejada voltada aos filhos pródigos que decidiram ir aproveitar o mundo, mas que um dia quiseram voltar para casa. Os instrumentos de corda abrilhantam a faixa, tornando-a mais emocionante. Sem dúvida, toca aos nossos corações e tocará nos corações daqueles que ouvirem este belíssimo louvor. “Meu filho regressa, o céu está em festa, os anjos entoam, a igreja se alegra, por uma alma que aceitou Jesus, abriu os olhos e num instante viu a luz”. Prepare as lágrimas e o coração para a próxima faixa.

“Eu e Deus” é mais uma oração que muitos se esquecem de fazer. “Sou falho, mas te amo, e eu me rendo sim aos teus planos. Tu me disseste que todo trabalho é só teu, é somente teu; descanso em tuas promessas e em teus braços, oh Deus.” Que canção maravilhosa! Após ouvir esta canção, reveja o jeito que você ora ao seu Deus. Pare um pouco de pedir e diga que você o ama e que não vive sem Ele! E para acabar o álbum (aaaah).

“Farol” é a canção mais agitada do disco e vem com uma participação especial de sua irmã. Para os que gostam do ritmo, aproveitam a canção do começo ao final. Retrata sobre Cristo ser o farol do nosso caminho e que ajuda nosso barco em meio ao mar.

“Profetizando Vida” nos traz muitas reflexões e exaltação a Deus. Mais uma vez, Ronny Barbosa arrasou em sua produção do começo ao fim do disco. As composições ricas de palavra de Deus e dirigidas principalmente para a igreja só fazem com que gostemos mais do CD e que apertemos o botão de “repetir” inúmeras vezes.

O projeto gráfico foi bem elaborado por Agábio Júnior e as fotografias feitas por Alex Oliver. Dou destaque ás canções “O Grande Vale”, “Rei e Santo”, “Dependente”, “Mora em Mim”, “Visitando um Amigo”, “O Pródigo” e “Eu e Deus”. Que o sopro de vida possa atingir os quatro cantos do teu coração ao ouvir esse lindo trabalho que surpreendeu a todos nós. Que venha o próximo álbum (rs)!

DEIXE O SEU COMENTÁRIO TOP GOSPEL